Mitos e Verdades

O câncer de próstata é uma doença exclusivamente de homens idosos?
Mito

Apesar da incidência do câncer de próstata ser maior em relação com a idade de cada paciente, com as chances aumentando exponencialmente a partir dos 50 anos, 40% dos casos da doença são diagnosticados em homens abaixo desta idade. Ainda assim, é importante lembrar que a doença é rara antes dos 40 anos.

Homens negros têm mais chances de desenvolverem a doença?
Verdade

A incidência do câncer de próstata é maior em homens negros, fazendo com que eles também sejam parte do grupo de risco da doença.

Se eu fizer o exame PSA, não preciso fazer o exame do toque retal?
Mito

Um exame complementa o outro. Por essa razão, é fundamental que ambos sejam feitos. É possível que um homem com PSA alterado não tenha a doença, da mesma forma que um paciente com a taxa de PSA normal possua o câncer de próstata.

Se meu pai teve câncer de próstata, devo me preocupar?
Verdade

Ter um parente de primeiro grau (pai ou irmão) que foram diagnosticados com o câncer de próstata duplicam suas chances de ter a doença. Caso tenha dois familiares de primeiro grau com a condição, os riscos aumentam em cinco vezes. Mas vale lembrar que nem todos os homens com histórico familiar poderão ter a doença.

O tratamento da bexiga hiperativa só pode ser feito com cirurgia?
Mito

Vários tratamentos que são eficazes para tratar a bexiga hiperativa já existem atualmente e são empregados. Para saber mais sobre cada um deles e entender qual se aplica à sua realidade, fale com seu médico.

Evitar o consumo de algumas bebidas, como café, chás, sucos cítricos e bebidas alcoólicas ajuda a prevenir a doença?
Verdade

Uma alimentação balanceada e a redução do consumo desse tipo de bebidas e de outros alimentos, como chocolate, por exemplo, podem ser benéficos e ajudar a reduzir o impacto da bexiga hiperativa.

Bexiga hiperativa e incontinência urinária são a mesma coisa?
Mito

Com características específicas, como o aumento das micções, a urgência em urinária e a noctúria (vontade de urinar durante a noite), a bexiga hiperativa se diferencia da incontinência urinária, que é caracterizada pela perda involuntária de urina. Porém, mesmo sendo condições diferentes, elas podem se manifestar ao mesmo tempo.

A bexiga hiperativa tem cura?
Verdade

Considerando que a bexiga hiperativa é uma doença, os tratamentos recomendados pelo médico, aliados a uma adequação dos comportamentos, pode causar o desaparecimento dos sintomas. Ou seja, a doença tem, sim, cura.

Perder peso pode ajudar a melhorar a incontinência urinária?
Verdade

Ao causar sobrecarga sobre a pelve, a obesidade colabora para o desenvolvimento da condição. Por isso, perder peso ajuda a reduzir a tensão na região e colabora para tratar a incontinência urinária.

O estresse colabora para piorar a incontinência urinária?
Verdade

Em situações de estresse, o controle da vontade de urinar pode ser mais difícil. Por essa razão, quem possui a condição não deve esperar pela vontade de fazer xixi aparecer, indo urinar sempre 20 minutos depois de ingerir líquidos e também a cada 3 horas.

A incontinência urinária deve ser considerada normal em idosos?
Mito

Apesar de ser mais comum em pessoas na terceira idade, a condição não deve ser considerada normal em nenhuma faixa etária, já que pode acontecer em pessoas de todas as idades e por vários fatores, devendo sempre ser tratada por um médico especialista.

Ir muito ao banheiro é sinal de incontinência urinária?
Mito

A incontinência urinária se define pela perda involuntária da urina. Há quem pense que ir muitas vezes ao banheiro durante o dia ou à noite é sinal de incontinência urinária, quando na verdade isso pode indicar outros problemas urinários a serem tratados. Para diagnosticá-los, é importante procurar atendimento médico.


Voltar ao topo