Saúde do Homem

Bexiga Hiperativa


O que é?

A bexiga hiperativa é um nome dado a um grupo de problemas relacionados ao órgão. Ela acontece quando há uma vontade intensa de urinar, mesmo quando a bexiga não está realmente cheia.

Geralmente, a bexiga hiperativa é caracterizada pela associação de vários sintomas além da urgência em urinar, como o aumento da frequência de ida ao banheiro durante o dia e noctúria (aumento das micções à noite), podendo ou não estar associada à incontinência urinária.

Fatores de Risco


Idade

A diminuição da capacidade da bexiga e as alterações no tônus muscular, que ocorrem por conta do envelhecimento, podem favorecer o desenvolvimento da bexiga hiperativa, com a idade superior a 75 anos se caracterizando como um fator de risco.

Doenças e outras condições

O diabetes e a artrite se caracterizam como fatores de risco para o surgimento da bexiga hiperativa. Além disso, pessoas com depressão têm três vezes mais chances de desenvolver a condição. Terapias de reposição hormonal e aumento do IMC (índice de massa corpórea) também são fatores de risco.

Prevenção


Ainda não existem evidências científicas que comprovam a existência de ações preventivas para a bexiga hiperativa. Porém, adotar hábitos saudáveis de vida podem reduzir o impacto da bexiga hiperativa, como reduzir a obesidade, parar de fumar, evitar o consumo de chocolate, de bebidas alcoólicas e de outros líquidos, como café e chás.

Diagnósticos e Exames


Para diagnosticar a bexiga hiperativa, o médico leva em conta diversos sinais e sintomas, onde a urgência urinária é o principal componente. Aqui, o especialista avalia se esses sintomas condizem com a bexiga hiperativa, descartando outras causas eventuais.

Exames como o ultrassom renal e das vias urinárias, a mensuração do resíduo pós-miccional (que indica a quantidade de urina restante na bexiga após a micção), o estudo urodinâmico e a cistoscopia podem servir tanto para excluir outras doenças, confirmar o diagnóstico ou planejar o tratamento. Além disso, o diário miccional e os questionários de sintomas urinários são ferramentas auxiliares importantes na avaliação do paciente com bexiga hiperativa.


Voltar ao topo